Porque TODOS os governos odeiam a Internet

Lendo jornal na foto
15/06/2013
Código de Ética Profissional do Designer Gráfico
12/02/2014
porque toos os governos odeiam a internet

Republicando post de 29 de outubro de 2011

As revoltas populares no Egito, Tunísia , Líbia e Iêmen foram uma dádiva da velocidade e poder de engajamento da Internet e suas redes sociais.

Governos tirânicos e as ditaduras já odiavam a imprensa livre, mas subestimaram a liberdade de associação de grupos na Internet e só foram desligar os servidores quando o povo já tinha tomado as ruas.

Governos democráticos também estão aprendendo a ODIAR a Web, afinal a Internet expõe suas incompetências e segredos (wikileaks.org) ou supre necessidades da população de forma rápida, gratuita e sem burocracia, torna os governos cada vez mais supérfluos.

Educação, cultura, entretenimento, cursos profissionalizantes, serviços de saúde pública e informação, tudo grátis e rápido.

Exatamente o que os governos deviam estar fazendo mas estão velhos e caros, Legislativo, Executivo e Judiciário mal sustentam suas próprias estruturas, tirando gastos com a má administração e a corrupção, nada sobra para saneamento, educação ou saúde.

A gente nem percebe a censura à Internet nestes países “democráticos” ela é mais sutil, a Internet é “censurada” pela falta de acesso da população, cobram-se impostos dos equipamentos e softwares e impedem a entrada de concorrentes na banda larga.

O mesmo desperdício de talentos que acontece nos esportes por falta de incentivos simples e baratos, está ocorrendo com a falta da tecnologia e conexão, jovens de grande potencial desperdiçando talento por falta de um velho PC e acesso barato.

O Brasil tem bons projetos para liderar uma revolução de conectividade e universalização da Internet para sua população, mas falta aquele empurrãozinho definitivo que os povos árabes acabam de nos ensinar, vamos ter que exigir uma Internet com custos acessíveis para todos!

Internet Já!

Luiz Pryzant

Coluna RedeTV

Deixe uma resposta